Recentes
Em destaque

Uma Solução de Energia e Economia


A energia mais abundante no planeta não tem fronteiras, é inesgotável do ponto de vista humano, e também é sua.

Com o passar dos anos a tecnologia fotovoltaica tem vindo a estar presente em cada vez mais equipamentos, desde aos Satélites artificias colocados na orbita terrestre; Relógios; Calculadoras; Câmeras de video vigilância; Sirenes de sistemas de alarme; Holofotes; Carregadores de telemóveis; e a lista continua...

A eficiência e qualidade desta tecnologia não pára de evoluir, o que tem levado a uma contínua redução dos custos de produção dos equipamentos, proporcionando assim uma alternativa energética eficaz, duradoura, de baixo esforço de manutenção, e independente de qualquer tipo de rede de distribuição.

Tratando-se de uma tecnologia desenvolvida para durar várias décadas, o Autoconsumo Fotovoltaico é do ponto de vista económico, um investimento cada vez mais rentável e seguro, com períodos de retorno (em inícios 2019) a situarem-se entre o 4º e o 6º ano para os tradicionais Kits Fotovoltaicos (On-Grid).

Actualmente a energia solar eléctrica é uma das que apresenta um crescimento mais rápido em termos de capacidade instalada a nível mundial, e só na Europa as previsões apontam para um aumento de 13,5 Gigawatts no ano de 2019, em termos de potência fotovoltaica instalada.

Apesar de Portugal ser um dos países europeus com melhores condições para a produção de energia solar, o sector fotovoltaico no país continua a crescer muito lentamente e a registar um baixo aproveitamento do potencial solar face a grande parte dos países da União Europeia.

Em 20 de Outubro de 2014, Portugal regulamentou o uso de unidades de produção para autoconsumo (UPAC), permitindo que o consumidor reduza a sua dependência energética e respectiva factura de electricidade.

O registo de uma UPAC é feito através da Internet e a sua obrigatoriedade depende do tipo de instalação, da quantidade de potência a instalar, e se é para efeitos de venda ou não.

Sistemas Isolados (100% autónomos): Mera comunicação prévia.

Sistemas Ligados à rede entre 200W e 1,5 kW: Mera comunicação prévia.

Sistemas Ligados à rede, superior a 1,5 kW: Registo (pagamento de taxas de registo consoante a potência a instalar), certificado de exploração, Seguro de Responsabilidade Civil.

Sistemas Ligados à rede para venda, superior a 1,5 kW: Registo (taxas de registo consoante a potência a instalar), certificado de exploração, contador com telecontagem, Seguro de Responsabilidade Civil.

Veículos eléctricos, sistemas de controlo de temperatura, e as casas inteligentes e eficientes, são exemplos que motivam fortemente o autoconsumo, uma vez que o custo da energia e respectivos impostos continuam extremamente altos e com tendência a aumentar.

Do ponto de vista ambiental, apontam-se as vantagens de permitir a redução do consumo de recursos naturais e produzir energia limpa sem gerar qualquer tipo de poluição e desperdício, e do lado das desvantagens, temos os impactos causados pelo processo de produção das células fotovoltaicas, e cuidados a nível de descarte e reciclagem das mesmas.

Se o Solar Fotovoltaico vale a pena?

Sem dúvida alguma, sim.

WorthIt

Siga-nos em
Pesquisa por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square
Para mais Informações

Success! Message received.

+351 963 749 276

Dias úteis: 9h às 12h30m

                  13h30m às 17h

Rua 18 de Fevereiro nº 214

3770-012 Bustos 

Oliveira do Bairro

Portugal